domingo, 28 de fevereiro de 2010


_____________________________________________



" A imagem estereotipada de um especialista em pássaros catalogando sistematicamente um towhee* de crista ruiva com pernas de cabide, bico cruzado e olhos trocados, dá-nos, de modo desnecessariamente ridículo, uma inversão perversa do uso atual que os naturalistas fazem da diversidade da vida. É a riqueza da natureza que nos permite estabelecer em primeiro lugar uma ciência da história natural - já que a variedade nos garante virtualmente podermos encontrar as exceções apropriadas para testar qualquer regra. As singularidades e as bizarrices são testes de generalidade, e não meras peculiaridades para serem descritas e saudadas com temor ou um riso vitorioso."

Stephen Jay Gould - O polegar do Panda

____________________________________________
* Nome comum às aves do gênero Pipilo, pertencentes à familia Emberezidae (a mesma dos canários e do tico-tico). Possuem cauda longa e colorido modesto. Distribuem-se da América do Norte ao México e Guatemala.

2 comentários:

  1. Uau, Raisa. Muito bom, ótima escolha!

    Eu não sabia que towhee (rascadores, en español) eram Pipilo, nem que estes eam Emberezidae.

    Isso me lembra alguém que disse (ou escreveu) algo como: "ao imaginarmos uma forma de vida que provavelmente não exite, torna-se mais provável que não saibamos muito sobre nosso próprio planeta."

    Estas certezas que ouvimos muito, como "Ese bicho não é assim, é assado. Este bicho não ocorre aqui, só vai até a esquina", de certa forma me incomodam. Como pode alguém, por mais experiência que pode-se obter academicamente, impôr tais limitações às leis naturais?

    "Em um universo em constante mudança como o que vivemos, afirmar qualquer coisa não passa de mera especulação"

    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Nó, valeu demais us mininu! Nem tem mais o que falar!

    ResponderExcluir