quinta-feira, 10 de julho de 2014

Toalete

Sentia-se totalmente confortável
defecando num banheiro público.
Cagar tranquilo
era a expressão máxima
de sua intimidade
com aquela privada
aquela porta e aquele lixo
Cagar ali era um ato de amor
Integração última entre sujeito e ambiente
ambiente de trabalho
um trabalho trôpego
e um sujeito estranho
numa sala hermética
de um prédio público
com um banheiro
sem dono.

Nenhum comentário:

Postar um comentário