domingo, 9 de julho de 2017

Gaiviota

Embaixo 

Um barco angelim
batendo nas pedras
de seu curso desocupado

Sobe na beira do morro
repara o capim aberto
atrás, a matinha cerrada

Na costa, estende a vela
trincando o largo com salsa 
e pasta de amendoim


Em cima

A fronteira flutuante
um animal duvidoso
acompanha o percurso

Solta a caça
emite seu aviso sonoro
decide puxar uma sardinha

A predadora campineira
encurta-se
sela bem suas penas

sábado, 8 de julho de 2017

O pulso

Dez mil quilômetros
Todos os nomes de um rio
e suas geografias variadas

A origem esquecida
no martinete coletivo
destes cães dóceis

Valeriam o fio do cante
e do remo pulsando
que a mascate
te deixou segurar


domingo, 2 de julho de 2017

Aranha

o membro aracnídeo infesta
em cada reentrância
da casca rachada
crias de suas cinco pernas

e procura até sentir
em sua palma assimétrica
um broto de pau
crescendo dentro da madeira

nesse momento
uma cabeça esmagada

Egon Schiele



quarta-feira, 14 de junho de 2017

Guizos

Guizos balançam
anunciando
a sorte rançada
que coloniza as presas
de qualquer dançarina
ou serpente
que procurem no ruído
um breve ritmo

Juliana Gontijo. Sem título. Óleo sobre tela 50x60cm. 2015.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Guerra dos torrões

Quando a terra quente
deste brejo urbano
ficou exposta e secou
todas as crianças correram
e reclamaram ao dono
o direto de exploração da área

Declarou-se a Guerra dos Torrões
punhados de frutinhas roubadas
deixavam os dias
mais adstringentes
e sustentavam as horas
dos soldados em batalha

Prenderam os insetos
em celas de caixinha de fósforo
para futuros estudos científicos
enquanto os últimos girinos
foram capturados com armas de cozinha
e usados como munição

O pelotão tomou a casa abandonada
À noite ouvia-se o tropel
tudo se apertava: coração, pernas e calor
Até que os cães começassem a latir
para algum gato ou coruja inocentes
que logo eram bombardeados

Ao final de trezentos anos
após a rua inteira ficar destruída
e todas as fachadas marrons
houve uma reunião entre a alta cúpula
e a cansada diligência dos pais
Era chegada a hora do banho


Eli Heil






quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Angorá

uma gata angorá 
abre caminho
o ninho içado
a trinta pés 
batendobatendobatendo
faz-se a mistura amarela
bebem todas as deusas

Janaina Tschäpe

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Paleozoico

Há um embargo antigo
no banho da lavadeira
que confunde o horizonte
e todo animal se arrepia


Tatiana Vaz

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Grilagem

Nos catres amadeirados
insetos refazem o passo

deram três voltas e meia
sem saber
carregando toda coisa do Pontal


Lucia Laguna



quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

egrégia garganta
o monumento-pigarro
grunhe grunhe grunhe

Marina Rheingantz

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

AGRICULTURA

Enxertos cambitados
em fila na terra
e seus frutos cem-faces
estampando
na cara do cambiteiro
as rugas caídas
as sobras da safra
as aves de babel
comiam tudo



Cristina Canale